O projeto Rosie, de Graeme Simsion

Simsion_Rosie

Fãs de A culpa é das estrelas, tomem nota: Um geneticista antissocial em busca de esposa, uma excêntrica garçonete à procura do pai biológico, e um projeto tão maluco quanto os dois ao mesmo tempo são os ingredientes principais de um romance australiano que fará felizes a todos os leitores de John Green.

O projeto Rosie é narrado pelo seu protagonista, e aí reside justamente o maior mérito do livro: trata-se de um professor universitário à beira dos quarenta anos, que de repente decide que quer se casar. O problema é que ele, embora não o saiba, sofre da síndrome de Asperger. Ou seja, embora dotado de uma inteligência extraordinária, sua capacidade de expressar emoções é similar à de uma pedra de gelo. Não por acaso, sua vida vai mudar ao se deparar com a mais improvável das candidatas a esposa: uma mulher linda, porém cheia de defeitos, que ademais quer descobrir quem é o verdadeiro pai, mas a única coisa que sabe sobre ele é que se formou com a mãe, numa turma de mais de 120 alunos.

O enredo em si até que seria ordinário, não fosse ele contado pela perspectiva inusitada de alguém alheio aos sentimentos. Tinha tudo para ter sido um livro perfeito, não fosse… tão perfeito que até cansa. Afinal, é possível uma pessoa com espectro de autismo se apaixonar, e não apenas isso, mas também se tornar, de livre e espontânea vontade, o protótipo do homem dos sonhos? Trata-se de uma ideia tão simplista que até foi recentemente explorada por uma novela da Rede Globo. Ao desafiar as leis da lógica para criar um protagonista unanimemente cativante, o livro acaba por ganhar a previsibilidade de uma comédia romântica hollywoodiana, na qual o universo sempre conspira em prol de um inevitável happy end. Simplificar demais as coisas e apostar em fórmulas feitas não deixa de ser uma forma de subestimar o leitor. Embora provavelmente já tenhamos abusado das referências a Stieg Larsson esta semana, é impossível falar na imagem do Asperger na literatura sem pensar em Lisbeth Salander. E o que fazia dela a protagonista perfeita, se não justamente o fato de que fosse tão cheia de defeitos?

Isso tudo não impede que o livro seja um excelente passatempo, inteligentemente escrito, e inegavelmente divertido. Só é pena que, no final, a impressão que prepondere seja a de que O projeto Rosie não vai muito além de um livro fofinho, desses que não se tem vontade de parar de ler, com uma história cativante, escrita por um autor que sabe usar as palavras, cheia de boas sacadas… mas, a exemplo de um John Green, não vai mais além do que isso. Também é pena que, não por acaso, este seja sempre o tipo de livro que, mal lançado no estrangeiro, domina as livrarias do Brasil e de Portugal. E que as respectivas edições se esgotem quase instantaneamente. Afinal de contas, a gente é o que a gente lê.

Título original: The Rosie Project

País: Austrália

Idioma original: inglês

Ano de publicação: 2013

Edição brasileira: Record (ISBN 978-850-1402-21-9)

Edição portuguesa: Divina Comédia (ISBN 978-989-8633-18-7)

Número de páginas: 320 (edição brasileira), 336 (edição portuguesa)

Anúncios

2 thoughts on “O projeto Rosie, de Graeme Simsion

  1. Essa última frase “a gente é o que a gente lê”, consegue ser ao mesmo tempo a cruz e a espada. O livro parece ser muito bacana. O Blog tem venda (com um belo de um desconto) dos livros resenhados?

    • Olá, Thiago, obrigada pela visita!
      O livro é mesmo muito divertido e bem escrito – e acredito que agradará a maioria (eu é que gosto mesmo de coisas um bocado mais “cínicas”).
      Não, o blog não tem nenhum acordo com nenhuma venda de livros, todos os livros que eu leio e resenho são por escolha própria e por amor à arte 😉 Muitos deles nem sequer são traduzidos para o português e/ou editados no Brasil (sobretudo os africanos, que infelizmente não têm espaço no nosso mercado editorial).

      Abraços e boas leituras!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s